Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Anúncio Antigo 30: Televisor Submetido a Tortura



No mínimo, este anúncio de aparelho de televisão deveria ser considerado de um enorme mau gosto para a época em que foi publicado. Era o ano de 1969. O país estava sob a vigência do Ato Institucional  No. 5 ou AI-5, que estabeleceu restrições às manifestações políticas, à liberdade de informação e de se fazer qualquer tipo de denúncia contra os atos repressivos promovidos pela Ditadura Militar (1964-1985) e pelos organismos policiais e militares de segurança. Ao mesmo tempo, a censura a imprensa estava em pleno vigor. Nesse mesmo ano, havia chegado ao poder o general Emílio Garrastazú Médici, sendo que seu governo (1969-1974) marcou o pior momento da ditadura em termos repressivos. Foram os chamados "anos de chumbo". 
Na impossibilidade da participação política em razão do fechamento do regime, muitos jovens e estudantes universitários aderiram à luta armada e à atuação nos muitos grupos guerrilheiros que surgiram naquela época. Em 1969, o sequestro do embaixador dos Estados Unidos, Charles Elbrick, acabou levando à libertação de vários presos políticos, muitos dos quais já estavam sendo submetidos a violentas torturas, em troca da libertação do diplomata. Entre os 15 prisioneiros que foram libertados, estavam três dos mais importantes líderes estudantis da época, José Dirceu, Vladimir Palmeira e Luís Travassos, além do militante comunista Gregório Bezerra. Por outro lado, na sequência, a brutalidade com que o governo perseguiu os autores do sequestro e outros grupos políticos foi enorme. 
Pois bem, o anúncio acima, de um televisor da marca Philips, fazia alusão explícita à prática da tortura, ao colocar que: "Na câmara de torturas, o TV Philips 550 resistiu a tudo." O Brasil começava a viver a hegemonia da televisão como veículo de comunicação de massa e exatamente nessa mesma época, a Rede Globo se tornava a grande "campeã de audiência" com suas novelas e programas de entretenimento. A televisão ainda era em preto e branco, mas apenas três anos depois, em 1972, começaram as transmissões em cores no Brasil. O primeiro evento colorido transmitido pela televisão brasileira foi a abertura da Festa da Uva em Caxias do Sul, que contou com a presença do próprio presidente Médici. 
O Anúncio Antigo de hoje foi  publicado no jornal "O Estado de São Paulo" do dia  5 de outubro de 1969. 















Nenhum comentário:

Postar um comentário